Minha vida de corredor - Eduardo Hanada - 01


5a. Meia maratona de Blumenau

5a Meia maratona de Blumenau / SC

Essa corrida não estava na minha programação. Depois de ser adiada anteriormente foi agendada para essa data que iria ter uma outra corrida aqui na grande Florianópolis. Como essa corrida foi cancelada, a única alternativa mais próxima ficou sendo a Meia maratona de Blumenau.

Muita dúvida durante toda a semana entre ir ou não ir. No final do prazo para a inscrição, aos 45 minutos do segundo tempo, decidi encarar mais esse desafio. A possibilidade de poder bater o meu tempo na meia maratona, em um percurso anunciado praticamente plano, me deixou animado.

Para não precisar dormir em Blumenau acabei decidindo sair de madrugada, fazendo um bate e volta. Saímos daqui às 4:30 da manhã para poder estar na Vila Germânica próxima das 6:15. Por lá encontramos o amigo Egomar, que é de Blumenau, e que gentilmente já havia retirado o meu e o kit do Ênio.

Chegamos em Blumenau com um tempo bastante agradável para correr. Ainda era cedinho e nada de sol. A largada foi atrasada em meia hora por causa da entrega dos chips e só partimos próximo das 7:30.

Comecei bem empolgado com o objetivo de abaixar o meu tempo de 1h43 min. Estava concentrado em fazer o pace bem próximo de 5 min/Km e sem grandes variações. Os primeiros Kms foram bem tranquilos passando com os paces de 4:46, 4:50, 4:46, 4:51. Fomos ganhando as ruas de Blumenau, passando por várias indústrias e supermercados pelo trajeto. Com esse desempenho eu conseguiria atingir meu objetivo.

Mas aquele trajeto anunciado praticamente todo plano começou a não se mostrar tão plano assim. Isso fez com que o meu rendimento começasse a não ser igual ao início e, aos poucos foi caindo. Com o pace de 5:02, fechei o 5o Km em 24min15s. A partir daí o meu pace subiu para a casa dos 5 min/Km e ficou oscilando até o 9o Km. No 7o Km tomei o meu primeiro gel de carboidrato.

A essa altura, apesar do tempo estar fechado, estava quente. Normalmente passo pelos 10 Km tranquilo. Mas dessa vez eu já estava sentindo um pouco. Não estava forçando muito, mas não estava rendendo. Ainda mais com uma boa subida nesse Km, o meu pace foi ao nível mais alto com 5:35. Fechei o 10o Km em 49min53s.

Tentei então voltar ao meu ritmo normal no 11o, 12o, 13o e 14o Km com os paces de 5:09, 4:57, 5:02 e 5:01. Novamente apareceu um trecho de subida que fez o meu pace subir para 5:15. Com isso, passei pelo 15o Km com o tempo de 1h15:17, e aproveitei para tomar o meu segundo gel. Eu ainda tinha esperanças que se desse uma forçadinha poderia chegar próximo do meu objetivo, principalmente nesses 6 Kms finais.

No 16o Km ainda concluí em 5:04, mas depois disso as energias foram se acabando. Os vários trechos de subidas e descidas foram me deixando sem forças. Tentava acompanhar os vários atletas que corriam próximos de mim, mas estava cada vez mais difícil. Fui sofrendo várias ultrapassagens e raramente conseguia fazer alguma. Já estava até esperando o amigo Egomar passar por mim. Depois descobri que ele tinha feito um pit stop não programado durante a corrida.

Aquela vontade enorme de parar e seguir andando começou a tomar conta do meu pensamento, mas lembrei que nem na maratona eu tinha andando um metro sequer, não ia ser em uma meia que iria fazer isso. Fui me esforçando pra tentar chegar bem, mas os paces finais ficaram em 5:24 no 18o Km, 5:30 no 19o Km e 5:27 no 20o Km. Não foi possível manter mais baixo. A essa altura eu só queria terminar.

Finalmente atingia o último Km e ainda tinha mais uma subidinha pra complicar. Sprint final nem pensar. Consegui uma última ultrapassagem e segui rumo ao portal de chegada. Aliás, um portal com um corredor de flores muito bonito na entrada da Vila Germânica. Achei muito legal o público aplaudindo e incentivando todos que chegavam. Conclui o último Km em 5:08 e cravei o tempo de chegada em 1h47min10s. Um tempo bem acima do que eu buscava, mas foi no meu limite.

A parte cruel no final das corridas desse porte é a retirada do chip. Como isso é difícil a essa altura do campeonato. Parece que perdemos toda a coordenação motora logo após a chegada.

Recebi uma garrafa bem gelada de isotônico, que caiu muito bem. Tomei mais uns vários copos de água e comi algumas frutas. Não consegui passar pela massagem, pois estava muito cheio. Peguei a medalha de participação e aguardei os amigos chegarem. O bom de corrida cedo é que 10:30 já estávamos voltando para casa.

Loucos por corridas na Vila Germânica em Blumenau

Largando para a meia maratona

Eu e o Ênio, parceiro de desafios

Local: Vila Germânica - Blumenau / SC

Horário: 7:30 Hs

Distância: 21,1 Km   (20,97 Km) 

Inscrição: R$ 56,00
Kit: Número do peito, camiseta, boné e chip 

Tempo: 1h47min10s
Pace: 5:07 min/Km

Colocação: 24 de 39 (categoria 40-44 anos) 
Colocação: 251
de 385 (masculino) 
Colocação: 283
de 474 (geral)



Escrito por Eduardo Hanada às 08h04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
    Outros sites
      Minha vida de Corredor (www.ehanada.zip.net)
      Corridas em Santa Catarina
      Acorsul
      Acorsj
      Ativo
      Fotos Foco Radical
      Fotos Trilhas BR
      Cronoserv
      Chiptiming
      Corville
      Blog Dyego de Campos
      Blog Diego da Costa
      Blog Egomar
      Blog Fabio Namiuti
      Blog Renato Ventura
      Blog Sebastião Santos
      Blog do Totó
      Blog Guilherme Preto
      Blog Enio Augusto
      Erunner
      Calculos e Indices
      Track and Field eventos
      BOL - E-mail grátis
    Votação
      Dê uma nota para meu blog